Recuperação de Arquivos Ransomware NoobCrypt

Pelo crescimento alarmante de ataques ransomware NoobCrypt, nos especializamos em recuperar dados encriptados.

Nota 4,9/5
5/5

+250 avaliações e depoimentos

Recuperar Ransomware

+250 Ransomware Recuperados sem Pagamento do Resgate

Tecnologia Exclusiva para Recuperação Sem Chave de Descriptografia

Garantia de Sigilo das Informações Conforme a LGPD

Descriptografar Ransomware NoobCrypt

Recuperar Ransomware tem sido um grande desafio para todas as empresas de recuperação de dados do mundo.

Desde de 1998 a Digital Recovery está no mercado de recuperação de dados. Um dos maiores desafios que encontramos foi desenvolver tecnologias capazes de recuperar ransomware.

Apesar da grande dificuldade em recuperar dados encriptados, nosso departamento de engenharia tem avançado a cada dia e temos obtido grandes e expressivos resultados para os nossos clientes.Esse avanço no permitiu ajudar os nosso clientes a economizarem milhões de dólares.

Segundo um estudo feito pela Chainalysis, empresa especializada em transações financeiras em nível global e blockchains e em bitcoins, em 2020 houve um aumento 300% nos pedidos de resgate após ataques ransomware em todo mundo. Esse é uma prova de quão difundido está os ataques ranosmware.

Principais Tipos de Ransomware

Com centenas de ransomwares atuando no mercado e a cada dia surgindo novas versões ainda mais avançadas, podemos classificar os Ransomwares nos seguintes tipos:

Já Recebeu um Diagnóstico Negativo?

Se o seu projeto teve um diagnóstico negativo ou o tempo de execução não atende suas expectativas, nós aceitamos o desafio de analisar o seu caso.

Por que Escolher a Digital Recovery para Recuperar Ransomware NoobCrypt?

A Digital Recovery é uma empresa especializada em recuperação de dados em casos de ataques cibernéticos, incluindo todos os tipos de Ransomware.Nossos laboratórios trabalhamos com disponibilidade de 24x7x365 para recuperar os casos mais complexos da forma mais rápida possível.

Possuimos bons resultados na recuperação de Banco de Dados, Máquinas Virtuais e File Servers.

Desenvolvemos tecnologias de software e hardware que nos capacitam a atuar com precisão e agilidade nos processos de diagnóstico avançado para recuperar ransomware NoobCrypt. A criação dessas tecnologias – inúmeras delas de uso exclusivo e proprietário – fizeram com que a Digital Recovery sempre se mantivesse na vanguarda.

A tecnologia que mais trás resultados na recuperação de dados encriptados por ransomware se chama Tracer. Ela é capaz de reconstruir os dados encriptados por qualquer extensão de ransomware, sem a necessidade da chave de descriptografia. Isso eleva a quase 100% as nossas chances de recuperação de dados em Sistemas RAID, Banco de Dados, Máquinas Virtuais e outros.

Os nossos serviços não se restringem apenas a empresas de pequeno, médio e grande porte, sejam governamentais ou privadas, nós também atentemos outras empresas de recuperação de dados.

Caso não haja a possibilidade do envio do dispositivo afetado para o nosso laboratório, podemos fazer a recuperação remotamente, em qualquer local do Brasil e do mundo.


Sabemos que um de ataque ransomware é danoso para a imagem da empresa, por isso, disponibilizamos para os nossos clientes o acordo de confidencialidade (NDA) para que haja segurança da parte do cliente que nenhuma informação será divulgada.

Críamos a recuperação em modo emergência para os casos mais críticos de ataques, onde o funcionamento da empresa está paralisado por decorrência do ataque, nesse modo os nossos especialistas trabalham 24×7 para restabelecer o funcionamento pleno da empresa o mais rápido possível.

Diagnóstico gratuito

Diagnóstico avançado gratuito, com resultado em até 24 horas úteis. Data Center sujeito a alterações.

Confidencialidade dos Dados

Utilizamos o contrato de confidencialidade dos dados (NDA) como a forma mais profissional de garantir descrição, seriedade e lealdade.

Acompanhamento Online

Você receberá feedbacks em tempo real durante todo o processo de execução dos serviços contratados.

Recuperação Remota

Para quem necessita de agilidade e praticidade, pois não é necessário enviar a mídia, pagar frete e segurança.

Prancheta 6

Listagem e Double-Check

Liberamos um ambiente 100% seguro para que sejam listados os dados recuperados e efetivamente realizem uma checagem com o seu departamento de TI.

Prancheta 2

Equipe Multidisciplinar

Técnicos especializados em recuperação de dados, que estão preparados para lidar com todos os tipos de ambientes e hardwares.

Nos Deixe Mostrar Que é Possível!

Ainda há esperança para o seus dados perdidos, toda a nossa equipe está à disposição da sua empresa.

O Que Nossos Clientes Dizem Sobre Nós
Empresa de recuperação de dados mais bem avaliada
Clientes
Nossos
Clientes

Dúvidas Frequentes Sobre Recuperar Ransomware

A cada dia que passa os ataques ransomwares são aperfeiçoados. Após uma tentativa de ataque bem sucedida, os ransomware rapidamente mapeiam os arquivos mais importantes do usuário para começar a criptografia. Arquivos do Microsoft Office, bancos de dados, PDF e design estão entre os seus alvos principais.

Na maioria das vezes sim. Normalmente o ataque acontece através de portas virtuais que foram abertas por programas maliciosos que foram baixados da internet. Outra forma também muito comum é através de e-mails recebidos com anexos ou links de sites estrategicamente criados para prejudicar os usuários. O seu computador pode ficar vulnerável pelo simples fato de abrir o anexo ou clicar no link malicioso.

Normalmente os hackers deixam mensagens ameaçadoras nas máquinas afetadas. Porém se as informações não forem importantes ou se você tiver um backup, ao formatar o computador e tomar as precauções para não ser infectado novamente nada acontecerá. Existe um novo tipo de ataque em que os hackers roubam as informações e caso você não aceite pagar o resgate eles ameaçam compartilhar as suas informações na internet.

Creio que não seja possível explanar este assunto com uma resposta simples. Porém vamos colocar apenas alguns tópicos sobre o assunto a seguir. A melhor opção é contratar uma empresa de consultoria ou um profissional especializado na área de segurança cibernética. 

  • Organização – Uma boa forma de começar a prevenção é a organização e documentação de redes, computadores e sistemas. Ter uma boa documentação do parque de TI pode ajudar muito no processo de prevenção. Tenha ciência dos software permitidos e utilizados. Crie regras para que usuários comuns não instalem qualquer programa nos computadores. Saiba quem são os computadores, notebooks e celulares que tem acesso a rede física e Wi-Fi da sua casa ou empresa. 
  • Senhas fortes – Não utilize as mesmas senhas para tudo. Evite datas de nascimento e aniversário. Se possível instale um gerenciador de senhas que sempre irá sugerir e armazenar uma senha com alto nível de dificuldade para ser descoberta. 
  • Soluções de Segurança – Uma boa solução de segurança inclui no seu pacote de ferramentas um bom antivírus e uma série de outras ferramentas com o propósito de denunciar, impedir e neutralizar ciberataques. O valor de um cofre, bem como o tempo e o aparato de segurança investidos para protegê-lo está diretamente ligado à lista de itens que se pretende guardar dentro dele. Se você tem dados muito valiosos em seus computadores então faça um investimento equivalente para proteger suas informações.
  • Políticas eficientes de backup – Tenha uma boa política de backup. Lamentavelmente já tivemos casos em que o cliente ao ser atacado por um ransomware ficou bastante tranquilo pois os seus backups estavam devidamente em dia. Porém ao retornar os arquivos do backup descobriu-se que os mesmos também estavam criptografados pelo ransomware. Lembre-se também que backup é sempre a segunda cópia da mesma informação. O fato de fazer uma cópia da informação em um disco externo e depois excluir a informação do HD do computador não faz com que isso seja um backup. Atualmente existem formas bem seguras de se realizar backups. Políticas de backup com redundância de data centers são as melhores. 
  • Tenha cuidado com os emails – Muita coisa ruim pode entrar nos computadores através dos emails. Estabeleça políticas para que os emails utilizados na empresa sejam apenas para fins profissionais. É possível também configurar as aplicações de segurança para não permitirem que links e arquivos em anexo de e-mails sejam baixados, abertos ou acessados. 
  • Muito cuidado com programinhas que craqueiam softwares – Programas que craqueiam software são sempre de fontes duvidosas. Mas o que são e qual é o objetivo destes programas? Imagine que você baixe a versão demo de um determinado programa. Porém depois de alguns dias de uso o programa para de funcionar pois o período de demonstração expirou. A forma de continuar usando o programa é comprar uma cópia legal do mesmo. Porém normalmente existem sites na internet que podem te fornecer “gratuitamente” um programinha que irá crackear o seu programa para ele passar a funcionar como se você tivesse comprado uma versão original. Muito cuidado com estes programas. Não dá pra acreditar que alguém irá criar um programa desse e não querer nada em troca. Se este programa abre uma porta virtual em seu computador para ser acessada depois de 6 meses você nunca vai suspeitar que o ataque veio através de um cavalo de tróia que entrou em seu computador a seis meses atrás.

Assim como em um roubo de grandes montantes há um nível alto de planejamento, em um ataque cibernético também. 

Para que um ladrão entre em uma casa é necessário que alguém abra a porta ou ele descubra uma forma de burlar os sistemas de segurança. Da mesma forma um hacker irá tentar colocar um comparsa do lado de dentro do seu computador para que este possa abrir a porta para ele entrar. Esses tais comparsas podem ser programas duvidosos baixados da internet ou enviados por email. Caso ele não consiga infiltrar estes “comparsas” o trabalho será maior. 

Uma vez que o programa está instalado na máquina do usuário, o mesmo se incube de abrir a porta e avisar o hacker que tem uma máquina disponível para invasão. Feito isso, o processo de criptografia dos dados é iniciado.

Após atacar a máquina o ransomware pode facilmente se espalhar para infectar as máquinas da rede tendo como alvo principal os servidores. Se os servidores forem invadidos a empresa toda será afetada.

Sim. Feriados e finais de semana são os dias preferidos para os ataques cibernéticos. O motivo disso é porque nos feriados e finais de semana existem bem menos pessoas ativas na segurança de redes de computadores.

Somente em 2020 estima-se que ocorreram pagamentos de mais de 2 bilhões de reais para os casos de resgate de ataques ransomware.

Em 2020 foram registrados mais de 100 milhões de ataques por Ransomware no Brasil.

Normalmente eles utilizam RSA [Rivest-Shamir-Adleman]-2048 e AES [Advanced Encryption Standard] com 256 bits.

Em primeiro lugar, com 29% dos ataques, a invasão acontece por conta do download de um arquivo infectado ou pelo clique de um link malicioso. Em segundo lugar, com 21% dos casos, temos o ataque via RDP [Remote Desktop Protocol], no qual é um meio de acesso para disponibilizar acesso remoto a máquinas Windows.

Atualmente é o Ragnar Locker que utiliza o sistema de máquinas virtuais do Windows para realizar infecções e encriptar arquivos e bancos de dados do ambiente.

Um consumo alto de processamento, memória e acesso a disco, são comportamentos suspeitos, nos quais precisam ser investigados a fundo, para assim, avaliar se existe algum ataque em andamento.

Como em 65% dos ataques ocorridos em 2020 envolviam dados em nuvem, podemos perceber pelos números, que o risco ainda continua em evidência, mesmo estando com todos os dados em nuvem [Amazon e Microsoft].

Em 15% dos ataques ocorridos no ano de 2020, os administradores conseguiram interromper o processo de propagação, mesmo após a invasão ser bem sucedida, evitando assim um estrago maior no ambiente.

Existem algumas opções no mercado e normalmente no nome do produto aparecem as palavras-chave “proteção contra riscos digitais”. Devido ao grande número de ataques cibernéticos, em alguns países como a França, as seguradoras estão retirando da cobertura do seguro o pagamento atrelado aos resgates.

Selecione o seu Meio de Contato Preferencial
Para garantir uma melhor experiência em nosso site, ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies de acordo com nossa política de privacidade.