Ransomware
Se seus arquivos foram encriptados, aceitamos o desafio de analisar seu caso.

Ransomware Checkmate

Uma nova extensão ransomware, denominada Checkmate, foi identificada e tem feito inúmeros ataques direcionados a dispositivos NAS (Network Attached Storage).

O ransomware checkmate apareceu pela primeira vez em maio de 2022, invadindo os servidores fabricados pela empresa QNAP.

Em uma declaração oficial da QNAP lançada em julho deste ano, a empresa comentou que os hackers invadem o sistema “utilizando um ataque de dicionário para quebrar contas com senhas fracas.”. 

Ataque de dicionário é o nome dado à estratégia de realizar invasões de força bruta para conseguir acesso  a logins e senhas de usuários. Entre as milhões e até bilhões de tentativas de login, é utilizado as palavras do dicionário de forma ampla.

Algumas recomendações também foram deixadas pela QNAP para evitar novas vítimas, sendo algumas delas a atualização para a última versão lançada do sistema e também fazer uma análise de senhas de todos os usuários do NAS.

O acesso foi possível devido a uma prática comum de usuários de servidores, que foi disponibilizar os serviços de SMB na internet. Eles permitem o compartilhamento de dados na rede, o que gera fácil acesso para a navegação do grupo em todo o servidor.

Após infectar uma máquina, o ransomware checkmate começa a roubar e encriptar os arquivos encontrados, podendo atingir qualquer dispositivo conectado à mesma rede. Os arquivos recebem uma extensão chamada “.checkmate” e após ela ser aplicada, o acesso aos dados é bloqueado.

Para negociar com o grupo e tentar reaver seus dados, uma nota de resgate chamada “!CHECKMATE_DECRYPTION_README.txt”  é fixada na área de trabalho, informando o ocorrido e um link para contato. Os valores exigidos pelo grupo para a recuperação chegam na casa de 15.000 dólares em Bitcoin.

Para tentar ganhar a confiança e provar às vítimas que eles possuem acesso a chave de descriptografia, o checkmate anexa um link ao telegram, onde até 3 pastas com arquivos de 15Mb podem ser restauradas.

Porém, vale ressaltar que o pagamento de resgate não é recomendado. De acordo com as pesquisas, empresas que recorrem a essa saída têm 80% de chances de serem atacadas novamente. 

A escolha ideal, é procurar suporte com uma empresa especializada na recuperação de dados. 

Recuperar Ransomware Checkmate

Recuperar Arquivos Encriptados por Ransomware Checkmate

A Digital Recovery é uma empresa especializada na recuperação de arquivos encriptados por ransomware

Há mais de 23 anos enfrentando os diversos cenários de perda de dados, adquirimos a experiência necessária para trabalhar em soluções em quaisquer data centers. Incluindo servidores NAS, onde o ransomware checkmate atua.

Devido às proporções gigantescas que um ataque ransomware pode tomar, nós temos uma divisão especializada para recuperar seus arquivos.

Na maioria dos casos, nossos engenheiros também conseguem trabalhar de maneira totalmente remota para recuperar suas informações, tudo de acordo com a Lei Geral De Proteção de Dados (LGPD).

Juntamente ao nosso serviço, oferecemos aos nossos clientes um acordo de confidencialidade (NDA), que garante o sigilo das informações.

Para mais informações, solicite agora mesmo um diagnóstico com os nossos especialistas.

FAQ | Recuperação de Ransomware

A cada dia, os ataques ransomware ficam cada vez maiores. Após uma tentativa de ataque bem sucedida, o ransomware mapeia rapidamente os arquivos mais importantes do usuário para iniciar a criptografia. Arquivos Microsoft Office, bancos de dados, PDFs e design estão entre seus principais alvos.

Os ransomware foram desenvolvidos para serem imperceptíveis, podendo assim, desativar todas as defesas do sistema sem serem notados e iniciarem o processo de encriptação dos arquivos. Ainda que o ransomware possa passar despercebido pelo sistema, ele ainda pode ser notado pelo usuário, porque o ransomware usa os recursos do próprio sistema para fazer a encriptação, isso pode deixar o sistema lento. O ransomware também altera as extensões de arquivos. Por isso, fique atento a esses sinais: Sistema com lentidão e extensões sendo acrescentadas aos arquivos.

Para saber mais, fale com nossos especialistas.

Sim, é possível. Você pode reiniciar o computador em modo de segurança o que irá limitar a ação do ransomware pois os recursos do sistema estarão bloqueados. Você também pode desconectar o computador da internet o que pode interromper a conexão dos hackers com o seu sistema, é válido lembrar que existem ransomware que funcionam mesmo sem estarem conectados à internet. Você também pode iniciar o diagnóstico para identificar ameaças com o seu antivírus, a grande maioria dos antivírus possuem essa função. 

Mas, há casos em que a encriptação foi interrompida pelo usuário, alguns arquivos já tinham sido afetados e isso causou um erro na encriptação e, nem os hackers puderam restaurar os arquivos, mesmo com a chave de descriptografia. Nesses casos apenas uma empresa de recuperação de dados, como a Digital Recovery, poderá recuperar os arquivos.

Para saber mais, fale com nossos especialistas.

Sim, os ataques costumam acontecer, principalmente, em feriados e fins de semana, durante a madrugada. Esses dias são escolhidos, pois não há muitos usuários ativos no sistema, o que evita que o ataque seja descoberto antes que a encriptação seja concluída.

Para saber mais, fale com nossos especialistas.

A grande maioria dos ransomware usam a encriptação RSA [Rivest-Shamir-Adleman]-2048 e AES [Advanced Encryption Standard].

Para saber mais, fale com nossos especialistas.

Antes de qualquer coisa, não faça o pagamento do resgate. Não importa o que os hackers falem, não há garantias de que de fato a chave de descriptografia será liberada após o pagamento do resgate. 

A primeira coisa a se fazer, é informar as autoridades sobre o ataque, os governos possuem departamentos especializados em crimes virtuais que irão investigar o ataque. Após isso, verifique se os backups foram atingidos, caso tenham sido afetados apenas uma empresa especializada na recuperação de dados poderá recuperar os seus arquivos, esse é o passo seguinte. Entrem em contato com a Digital Recovery que irá te auxiliar na recuperação completa dos seus arquivos.

Para saber mais, fale com nossos especialistas.

Após o primeiro contato e envio da mídia afetada iremos diagnosticar o dispositivo para verificar a extensão dos danos causados pelo ransomware, com isso podemos projetar a duração do processo, e disponibilizarmos o orçamento para o cliente. Após a aprovação por orçamento por parte do cliente, iniciamos o processo de recuperação, para isso possuímos softwares exclusivos que podem, com ajuda dos nossos especialistas, reconstruir os dados. 

Caso o cliente opte pela recuperação remota, ao invés de nos enviar a mídia, ele enviará os arquivos encriptados para um ambiente virtual, que é totalmente seguro, para que assim possamos acessá-los. 

Após o término do processo nós faremos um double check  para que o cliente possa verificar a integridade dos arquivos recuperados.

O pagamento só é feito após a entrega dos arquivos e a validação do mesmo feito pelo cliente.

Para saber mais, fale com nossos especialistas.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Redação Digital Recovery
Redação Digital Recovery
O Team Digital Recovery é composto por especialistas em recuperação de dados que, de uma forma simples, tem o intuito de levar informação sobre as últimas tecnologias do mercado, além de informar sobre a nossa capacidade de atuar nos cenários mais complexos de perda de dados.
Estamos Sempre Online
Preencha o formulário e nós entraremos em contato com você para iniciar a recuperação de seus dados.