Recuperar Ransomware
Através de tecnologias exclusivas a Digital Recovery pode trazer de volta dados criptografados em qualquer dispositivo de armazenamento, oferecendo soluções remotas em qualquer parte do mundo.
Sofreu perda de dados ou ataque Ransomware?

Agimos de forma rápida e incisiva na recuperação de dados perdidos e na descriptografia de arquivos ransomware.

Globe

Estados Unidos

Brasil

Itália

Alemanha

Emirados Árabes Unidos

0 mil+
Atendimentos
em todo o mundo
0 +
Cases de
Ataque LockBit
0 +
Cases de
Ataque Black Cat
0 +
Cases de
Ataque Hive Leaks
0 +
Cases de
Ataque Mallox
$ 0 M+
Valor salvo sem negociação com hackers

Empresa decisiva para recuperação de seus dados

Com mais de 23 de experiência no mercado de recuperação de dados, já atuamos nos cenários mais diversos de perda de dados, seja por danos físicos, lógicos ou encriptação por ransomware.

A perda de dados pode ser potencialmente danosa para qualquer empresa, seja de pequeno, médio ou grande porte. Já atendemos inúmeros casos em que a sobrevivência da empresa dependia unicamente se os dados poderiam ou não ser recuperados.

Casos como esse nos levaram a investir no desenvolvimento de novas tecnologias capazes de recuperar dados em qualquer cenário, mesmo que tenham sido encriptados após um ataque ransomware.

Nós conseguimos desenvolver uma solução única, que a nomeamos de Tracer, com ela podemos recuperar dados encriptados por ransomware em banco de dados, sistemas RAID, Storages (NAS, DAS, SAN), máquinas virtuais, servidores e outros.

Em praticamente todos os casos, as nossas soluções podem ser executadas remotamente, o que reduz drasticamente a duração do processo de recuperação que por sua vez reduz o tempo de paralisação da empresa.

Nossos especialistas estão aptos para atuar em qualquer cenário de perda de dados.

Cases de sucesso

O que nossos clientes dizem sobre nós

Empresa que confia nas nossas soluções

Últimos insights dos nossos especialistas

Recuperar Ransomware BlogXX

Ransomware BlogXX

O grupo de ransomware BlogXX surgiu recentemente com o roubo de dados de pacientes do Mediabank, uma empresa de seguros de saúde australiana, no dia

LEIA MAIS →
Ransomware

Pozq ransomware

O ransomware Pozq foi descoberto recentemente depois de um envio de amostra no VirusTotal. Depois de algumas análises, foram destacadas evidências de que o Pozq

LEIA MAIS →
Ransomware buybackdate

Ransomware Buybackdate

Buybackdate ransomware é o nome da mais nova extensão que foi descoberta pelos pesquisadores de cibersegurança através do VirusTotal. De acordo com os especialistas, o

LEIA MAIS →

O que você precisa saber

A recuperação de dados começa com o diagnóstico inicial, com esse diagnóstico podemos dimensionar a extensão da perda de dados e verificar os caminhos que podemos tomar para iniciarmos o processo de recuperação. Após isso, fazemos a localização, reparo, reconstrução e a recuperação dos dados. Todos esses processos precisam ser feitos por um profissional capacitado, para que haja, de fato, a recuperação completa dos dados.

No caso de perda de dados por motivos mecânicos, será necessário que o dispositivo seja aberto e, isso só pode ser feito em uma Sala Limpa Classe 100, essas salas são projetadas para o controle ostensivos das partículas de poeiras no ar. As mais pequenas partículas podem afetar o dispositivo, afetando diretamente a recuperação de dados.

Após o fim do processo entramos em contato com o cliente para que ele valide os arquivos recuperados, com o auxílio de um dos nossos especialistas, através do acesso remoto.

Sim, mas apenas com tecnologias específicas, poucas empresas no mundo possuem essa tecnologia, por ela ter que ser desenvolvida pela própria empresa. Nós da Digital Recovery fazemos parte do seleto grupo de empresas que alcançaram essas tecnologias. Hoje, podemos recuperar dados encriptados pela grande maioria das extensões ransomware em atividade no mundo.

Podemos recuperar arquivos encriptados em banco de dados, servidores, sistemas RAID, Storages (NAS, DAS, SAN), máquinas virtuais, entre outros.

São poucos os casos, mas existe. O que é feito após a perda de dados influencia diretamente se a recuperação será possível ou não. Separamos algumas coisas que não se deve fazer após a perda de dados.

  • Não continue a usar o dispositivo – Caso o dispositivo continue sendo usado após a perda de dados, os dados perdidos podem ser subscritos, o que dificulta muito a recuperação de dados. Por isso, após identificar a perda de dados, desligue rapidamente o dispositivo e encaminhe a uma empresa especializada em recuperação de dados.

  • Não use programas de recuperação de dados online – Esses programas online foram criados para fazerem a recuperação de dados, o que é óbvio, mas o que não é óbvio para as pessoas é que esses programas sendo mal manipulados podem acabar salvando os dados recuperados em lugares da memória já ocupados, isso causa sobreposição de dados.

  • Não abra o dispositivo – Os dispositivos são extremamente sensíveis, tão sensíveis que as partículas no ar podem afetá-los a ponto de causar perda de dados. O problema pode ser agravado pelo simples fato do dispositivo ter sido aberto. Eles só podem ser abertos em um laboratório especial, conhecido como Sala Limpa Classe 100, essas salas têm mecanismos que filtram o ar constantemente para que o ar esteja livre das partículas de poeira.

Esse tempo é muito relativo, tudo depende da extensão da perda de dados. Já atendemos casos em que a recuperação foi feita em menos de 24 horas, após o diagnóstico inicial, mas também há outros em que a recuperação durou dias. No diagnóstico inicial conseguimos projetar em quanto tempo a recuperação será feita, esse diagnóstico inicial é feito em até 24 horas úteis.

Disponibilizamos a recuperação em três modos: emergencial, urgente e normal. No modo emergencial e urgente a duração do processo de recuperação pode ser reduzida em comparação ao tempo normal do processo.

Quando o modo emergencial é ativado, os nossos laboratórios e especialistas trabalham com uma disponibilidade de 24x7x365. O que reduz tanto o tempo do diagnóstico inicial como o tempo do processo de recuperação.

Mas vale salientar que independente do modo de recuperação o tempo do processo estará atrelado a complexidade da perda de dados.